Um brinde à Irlanda não só por ter inventado a Guinness!

Sabia que é mais rápido embarcar para a Irlanda para estudar e trabalhar do que tirar a segunda via do seu RG? A Ilha Esmeralda, além de ser um dos países mais receptivos de toda a Europa, é dona de uma diversidade cultural única, paisagens naturais, riquezas arquitetônicas e, graças a sua desburocratização, está de portas abertas para receber estudantes estrangeiros sem solicitação e aprovação de visto prévio.

A única exigência para obter o visto de estudante com permissão para trabalho é estar matriculado por seis meses em um curso de idiomas e ter disponível EUR 3.000 para apresentar na imigração mais EUR 300 para o registro do visto IRP (Irish Residence Permit).
A Irlanda acolhe, inclusive, quem teve a infelicidade de visto negado para Estados Unidos, Canadá, Austrália, enfim, sem qualquer entrave ou constrangimento. É só passar pelo mesmo processo de compra de curso e levar os Euros já citados, e começar a estudar e trabalhar. Simples assim.

No desembarque do aeroporto, basta apresentar a carta da escola com curso pago (carga horária mínima de 15 horas-aula), seguro governamental, carta com o endereço da acomodação e os EUR 3.000, e pronto: Welcome to Ireland.

Após o primeiro dia de aula, o estudante recebe todas as instruções na escola para obter o visto, que tem duração de 8 meses, com a permissão para trabalhar 20 horas enquanto estiver estudando e até 40 horas em meses particulares.

Mas com tanta abertura de fronteiras, é preciso cautela para fazer escolhas certas. Nos últimos tempos, tivemos notícias de intercambistas fechando cursos diretamente com as escolas que, na verdade, não existiam. Resultado: quando desembarcaram no aeroporto de Dublin viam seu sonho (e investimento) ruir, pois foram obrigados a retornar ao Brasil sem receber o dinheiro de volta.

Outras tantas escolas têm se aproveitado dessa demanda gigantesca dos estudantes internacionais para ofertar cursos a preços muito baixos. E aí, quando o aluno começa as aulas, nem lugar para se sentar ele tem… nessa situação, dá para imaginar o nível dos professores e do resto de uma experiência, que ainda vai durar mais de seis meses.

Uma rápida pesquisa na internet mostra um pouco da situação terrível pela qual alguns estudantes passaram com fechamento de escolas. Veja: http://g1.globo.com/…/brasileiros-relatam-golpe-de-escolas-…

Portanto, a agência de intercâmbio tem de oferecer somente escolas certificadas com ACELS (The Accreditation and Coordination of English Language Services) e MEI (Marketing English in Ireland).

“São esses selos que garantem a qualidade dos professores e da estrutura da escola”, lembra bem a parceira da KM, Natalie Samoel, gerente de desenvolvimento de negócios para a América Latina da New College Group, em Dublin.

“A Irlanda se tornou um dos destinos mais populares para estudantes que buscam economia e oportunidade de emprego, abre as portas para aqueles que já tiveram um visto negado para outro país, mas, diante das facilidades, é importante ficar muito atento à qualidade da instituição de ensino, pois esta escolha vai fazer toda a diferença”, ela ressalta.

Mas, além da facilidade do visto, a Irlanda é muito procurada para a realização do intercâmbio pela proximidade dos países Europeus e por suas paisagens lindas, que parecem pinturas. A New College Group, por exemplo, está situada em local privilegiado de Dublin, na região de Dun Laogharie.

“É uma área incrível à beira do mar, com ótimas atrações turísticas e festivais de verão. Fica a apenas 20 minutos de trem do centro de Dublin e, por ser turístico, o local oferece muitas opções de emprego em cafeterias, restaurantes e hotéis. E tem boas alternativas para quem prefere atuar em escritórios ou realizar trabalho voluntário”, a Natalie conta.

Os cursos da New College Group têm início todas as segundas-feiras, de manhã e à tarde, com salas de 15 alunos no máximo. Quem quiser conhecer um pouco desta escola parceira, basta acessar: www.newcollegegroup.com.

Já pensou se não é hora de desburocratizar suas decisões e começar o seu intercâmbio? 

Deixe um comentário

avatar